Posts

Semijoias para gestante: o que pode e não pode usar

Metais tóxicos podem prejudicar a gravidez
Pinterest LinkedIn Tumblr

O período da gravidez é a realização de um sonho para muitas mulheres, mas também é um momento que exige certos cuidados. E uma dúvida comum que costuma surgir é: “Será que é correto usar jóias ou semijoias durante a gravidez?”

De acordo com especialistas, a pele da mulher fica mais frágil quando ela está grávida. Então, sim, em alguns casos é necessário parar de usar acessórios durante o período de gestão. No entanto, isso não quer dizer que as mamães não devem deixar de caprichar nos looks.

Aliás, existem muitas inspirações de famosas que estão grávidas e que esbanjam muito estilo e atitude. As combinações de roupas e acessórios da Rihanna grávida, por exemplo, é uma prova do que estamos falando.

A grande questão é que a gestão é um momento delicado. O corpo da mulher passa por diferentes mudanças e ela sente diversos sentimentos. Portanto, estar arrumada, com roupas e acessórios confortáveis, faz muito bem tanto para ela quanto para o seu bebê.

Porém, para que isso aconteça, é muito importante compreender o que uma mulher grávida pode ou não usar durante a gestação, e é exatamente sobre isso que falaremos a seguir.

Afinal, o que usar ou não durante a gravidez?

As alterações hormonais durante a gravidez podem afetar a forma como o corpo reage a certos metais, incluindo aqueles usados para fazer jóias e semijoias. Os metais mais comuns usados para fazer jóias incluem ouro, prata, platina, titânio, carboneto de tungstênio, aço inoxidável e ródio.

Enquanto algumas mulheres não sofrem alterações na pele durante a gravidez e descobrem que podem usar anéis, brincos e colares durante a gestação, outras podem ver mudanças na reação da pele já nas primeiras semanas de gravidez.

Portanto, é importante compreender que cada corpo reage de uma forma às joias e semijoias durante a gravidez. O importante é que a mulher observe se surge algum tipo de alergia e consulte o seu médico para saber o que pode ou não usar.

No entanto, aqui estão alguns pontos importantes sobre semijoias para gestante.

Uso de semijoias folheadas a ouro

Você pode usar jóias de ouro — ou semijoias folheadas a ouro — durante a gravidez, pois trata-se de um metal precioso com baixa estabilidade química e não reage com outras substâncias. Ao usá-lo, não afetará o bebê na barriga.

O único motivo que pode fazer com que você não use esse tipo de acessório, é se ganhar muito peso ou sentir que está com muito inchaço. Afinal, caso isso aconteça, você poderá não tirar a peça, como anéis. Consequentemente, isso pode gerar dor e desconforto.

Portanto, jóias de ouro, prata ou metal inerte podem ser usadas com cuidados básicos. Além disso, semijoias de plástico ou fibra também são uma boa opção para as grávidas.

Cuidado com metais tóxicos

No caso de bijuterias, são usados metais tóxicos como chumbo, mercúrio ou níquel. Materiais tóxicos estão associados a problemas como abortos espontâneos, pré-eclâmpsia, infertilidade, dificuldades menstruais, parto prematuro e até hipertensão induzida pela gravidez.

Embora o material tóxico desses metais não seja imediatamente absorvido pelo corpo, há uma grande chance disso acontecer com o tempo. O clima quente, a erosão do metal ou o contato com o suor podem levar à absorção mais rápida desses materiais no corpo, o que pode causar complicações.

Portanto, é importante que gestantes evitem brincos, colares, anéis e pulseiras produzidos com materiais tóxicos, que geralmente são vendidos de forma que o cliente não sabe qual é a procedência do material utilizado.

Reações da pele a joias durante a gravidez

A reação da pele ao metal não é a única preocupação durante a gravidez. Como o fluido é retido no corpo, os dedos podem inchar. Os anéis podem não caber mais à medida que as mãos incham, o que é motivo de preocupação se as jóias não forem removidas antes que o inchaço se torne maior.

Normalmente, o inchaço se torna um problema no terceiro trimestre, mas essa não é uma regra constante para todas as gestações.

Dito isso, é importante que as grávidas observem esse inchaço e até o ganho de peso. Assim, pode remover anéis e pulseiras o quanto antes.

E os piercings? Fazem mal durante a gravidez?

Os piercings são outra preocupação durante a gravidez. As joias nos mamilos podem permanecer no lugar durante a gravidez, mas após o nascimento, as mulheres que têm piercings nessa parte do corpo podem querer remover as joias para ajudar o bebê a travar o mamilo com segurança.

Há também a preocupação do bebê engolir uma joia durante a amamentação se a joia for deixada no lugar.

Já a jóia do umbigo precisará ser removida durante a gravidez, a menos que um pino ou laço expansível seja colocado no orifício.

Os piercings genitais podem ser deixados no lugar durante a gravidez, mas o inchaço na região pubiana devido ao aumento do fluxo sanguíneo pode causar irritação. Além disso, jóias genitais precisarão ser removidas antes do nascimento.

Se uma cesariana ou outra forma de intervenção médica for necessária durante a gravidez ou o parto, todas as jóias podem precisar ser removidas. Isso inclui brincos e anéis, bem como piercings na língua, mamilo e no umbigo.

Sempre fale com um médico

Embora cada corpo reaja de uma forma diferente durante a gravidez, em relação a jóias e semijoias, a melhor maneira da grávida saber o que ela pode ou não fazer durante a gestação é falando com um médico.

É importante ter em mente que os cuidados durante a gravidez não são somente para proteger a mãe, mas também o bebê. Portanto, ao sentir qualquer sinal de alergia ao utilizar acessórios, pare imediatamente de utilizá-los.

Além disso, é fundamental que as gestantes compreendam que devem buscar por soluções para que esse período seja o mais tranquilo e confortável possível. Dito isso, é importante deixar de lado os acessórios que não são confortáveis.

Agora, se você ama utilizar bijuterias, não está com nenhuma reação alérgica e o seu médico liberou que continue as utilizando, aposte em peças de qualidade, que você sabe qual é a procedência do material utilizado.

Uma paulista, estudante de moda, muito antenada e que ama o verão, o sol e a praia. Tem interesses culturais, não vive sem música, não sai de casa sem maquiagem, escrever é sua paixão e cuidar do corpo é seu hobby! Uma canceriana que acredita no amor e no romantismo. Prazer, sou Anna Luiza, blogueira e personal stylist!

Write A Comment